OFICINAS DE ORAÇÃO E VIDA

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA PAZ

PARAGUAÇU PAULISTA - SP

Oficina: 

Dia:  

Local:

O que é o TOV

As Oficinas de Oração e Vida (Talleres de Oración y Vida - TOV) constituem o ápice e o coroamento de toda a atividade apostólica de frei Ignacio Larrañaga. Traduzem sua mensagem evangelizadora e sua espiritualidade.

 

Como tudo começou...

 

“O que é para o povo tem de nascer do povo.”

 

Os TOV tiveram início em Santiago do Chile no ano de 1984.

Até então, entre as muitas atividades de animação e evangelização que frei Ignacio exercera na América Latina, destacava-se o retiro espiritual de cinco dias denominado Encontro de Experiência de Deus (EED), aplicado por primeira vez no Brasil em 1974.

Uma senhora, após participar de um EED, dirigiu-se a frei Ignacio para testemunhar sua experiência e declarar ter descoberto uma riqueza excepcional e única neste retiro. Lamentava que tal programa de espiritualidade ficasse restrito a um pequeno número de pessoas, enquanto o numeroso e faminto povo de Deus se consumia de ânsias divinas.

Ela sugeriu, então, a elaboração de um programa orgânico que transmitisse esta riqueza viva para todo o povo de Deus. Segundo frei Ignacio testemunhou no livro autobiográfico “A Rosa e o Fogo” (1998, p. 153),

Foi nesse exato momento que um relâmpago atravessou minha mente: não será esta uma nova porta que o Pai está me abrindo? [...] Algo especial e grande se avizinhava, suscitando em mim um estado de ânimo singular, como de transe, como de pré-parto. Disse para mim mesmo: ‘O que é para o povo tem de nascer do povo’.

Assim nasceu a Oficina de Oração, um serviço de animação eclesial para fortificar a fé do povo e implantar o Deus vivo no coração da sociedade, aberto a todas as pessoas que sinceramente buscam a Deus, independente de seu credo religioso.

Em 1986, o nome deste serviço passaria a ser Oficina de Oração e Vida, refletindo mais precisamente seus objetivos e conteúdos e assinalando, de forma categórica, o equilíbrio e a harmonia entre Oração e Vida.

Em 1997, com manifestações de alto apreço do Vaticano, realizou-se a cerimônia de entrega do Decreto de Aprovação dos Talleres de Oración y Vida (TOV) como Associação Internacional de Fiéis, de Direito Pontifício, com Personalidade Jurídica, com a aprovação de seu Estatuto por um período ad experimentum de cinco anos.

A força de expansão do serviço Oficina de Oração e Vida, os frutos colhidos até então e o testemunho de mais de nove milhões de pessoas que já haviam passado por suas sessões de formação, haviam recebido mais de 1,5 mil depoimentos elogiosos de bispos e párocos de todo o mundo.

Em 4 de outubro de 2002, seu Estatuto foi aprovado na íntegra e o original encontra-se depositado nos arquivos do Dicastério do Conselho Pontifício para Leigos, no Vaticano, em Roma.

Em 2004, na Assembleia comemorativa dos vinte anos de fundação dos TOV, em Mérida (MX), frei Ignacio acrescentou o subtítulo “Uma Nova Evangelização”, que resume a essência de sua missão.

Onde o divino e o humano caminham de mãos dadas

A Oficina de Oração e Vida é, antes de tudo, um método para aprender a orar. Os participantes, como em uma oficina, onde trabalhando se aprende a trabalhar, aprendem a orar orando, de maneira ordenada, variada e progressiva, desde os primeiros passos até às profundidades da contemplação.

A oração, levada à vida desta maneira, alcança sua dimensão humanizante, conduzindo o participante “do encanto de Deus ao encanto da vida”. Esta frase de frei Ignacio Larrañaga sintetiza, de forma clara e evidente, o caminho que o oficinista percorre no transcorrer das Sessões da Oficina de Oração e Vida.

O oficinista, à luz da Palavra (bíblica) e de mensagens evangélicas, imerge em momentos de oração, intimidade com Deus, reflexão e análise da própria vida.

Paulatinamente, e quase sem se dar conta, começa a se libertar de tristezas e angústias, a curar-se das feridas da vida, a superar complexos de culpa, sentimentos de insegurança, de inferioridade, a recuperar, enfim, a estabilidade emocional e a alegria de viver.

Passo a passo, é levado a um processo de transformação pessoal cristificante, deixando de ser “ele mesmo”, nos seus traços negativos, e assumindo os traços positivos de Jesus – paciência, humildade, mansidão, amor, fortaleza –, perguntando-se, a cada nova circunstância de vida, “O que faria Jesus em meu lugar?”

A breve história das Oficinas de Oração e Vida tem evidenciado sua notável eficácia transformadora. O testemunho de vida é o fator que confere garantia e credibilidade aos TOV. Proclamada de boca em boca, constitui a principal razão da sua rápida expansão no mundo.

Com justiça, é razoável afirmar que os TOV colaboram na construção da Igreja e da sociedade, pois quem transforma um coração, transforma o mundo!

 

O que é uma Oficina de Oração e Vida?

As Oficinas de Oração e Vida (TOV) são um serviço dentro da Igreja. Entregam aos fiéis um método prático para aprender a orar, e orar de uma maneira ordenada, variada e progressiva: desde os primeiros passos até às profundidades da contemplação.

A oração levada à vida desta maneira alcança a dimensão humanizante, da qual nos fala nosso Fundador.

A breve história das Oficinas tem evidenciado uma realidade: elas possuem uma notável eficácia transformadora.

Em primeiro lugar, a Oficina recebe o Oficinista e, à luz da Palavra, o introduz numa complexa elaboração de reflexão, oração, mensagem evangélica e análise da própria vida. Neste contexto o Oficinista imperceptivelmente é arrastado, quase sem se dar conta, a uma transformação de vida. Não se trata de uma conversão de um final de semana; trata-se de um processo lento e evolutivo ao longo de quatro meses. O testemunho de vida é o fator que confere garantia e credibilidade aos TOV. E esta eficácia transformante, proclamada de boca em boca pelas pessoas, constitui a principal razão da rápida expansão das Oficinas.

Em segundo lugar, por meio dos exercícios de silenciamento, o sistema nervoso fica impregnado de serenidade e a paz chega à profundidade da alma por meio da vivência do abandono. E assim, por meio de mensagens e exercícios, a maioria dos Oficinistas chega paulatinamente a:

 

- libertar-se das tristezas e angústias,
- curar-se das feridas da vida,
- superar complexos de culpa, insegurança ou inferioridade,
- recuperar, enfim, a estabilidade emocional e a alegria de viver. 

 

Os TOV conseguem que o divino e o humano caminhem de mãos dadas.
Em terceiro lugar, a Oficina oferece um caminho extremamente simples, mas eficaz, de santificação cristificante: deixar de ser “eu mesmo” nos meus traços negativos e ir assumindo os traços positivos de Jesus: paciência, fortaleza, mansidão, amor, ao perguntar em cada nova circunstância:

“O que faria Jesus em meu lugar”?

Impressiona escutar os familiares, quando exclamam admirados: “Como está mudada nossa mãe, nosso irmão”...!

O bem e o mal nascem no coração do indivíduo. A Oficina atinge o coração e o transforma num baluarte de harmonia, serenidade e amor. Do coração convertido, estes dons se irradiam à família e da família para a sociedade.

Quem transforma um coração, transforma o mundo. Podemos dizer que os TOV colaboram na construção da Igreja e também da sociedade.

Tudo isto que foi dito, são as Oficinas de Oração e Vida (TOV).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Frei Ignacio Larrañaga

O Profeta da Oração

Ignacio Larrañaga Orbegozo nasceu no povoado de Beristain Chanton, cidade de Azpeitia, localizada no País Basco, comunidade autônoma da Espanha, no dia 4 de maio de 1928. Seus pais, Marcelino Larrañaga e Maria Salomé Orbegozo, formaram uma família com nove filhos.

Em 1940, aos 12 anos, Ignacio Larrañaga ingressa no Seminário dos Capuchinhos de Alsasua. Em 29 de março de 1952, recebe o subdiaconato, na cidade de Pamplona. É ordenado sacerdote OFM capuchinho em San Sebastián no dia 20 de dezembro de 1952.

Radicado no Chile a partir de 1959, implantou um apostolado variado e fecundo. Empreendeu uma série de Semanas de Convivência Franciscana ao longo da estreita e longa geografia chilena.

A partir de 1974, aplicou o Encontro de Experiência de Deus (EED) por trinta e seis anos ininterruptos, em trinta e quatro países de quatro continentes, com uma média de trinta e cinco a quarenta EEDs anuais e uma assistência média de 250 pessoas por semana.

Nesse mesmo ano, com 46 anos de idade, frei Ignacio inicia seu trabalho de escritor, atividade que resultou em mais de vinte livros até 2011. Nos meios católicos, ele é celebrado como um dos autores de maior difusão de na literatura religiosa.

Frei Ignacio Larrañaga partiu para casa do Pai aos 85 anos de idade, em Guadalajara, no México, no dia 28 de outubro de 2013. Até o dia anterior, conduzira as atividades da 60ª Semana de Culminância, seu périplo pelo mundo, iniciado em 2012, na tarefa de Refundação das Oficinas de Oração e Vida.

SOBRE NÓS
Paraguaçu Paulista/SP

(18) 3361-1116

 

Rua Pref. Jaime Monteiro, 263 

Paraguaçu Paulista/SP - CEP 19700-000

 

paroquiappta@gmail.com

  • Facebook Social Icon

© 2018 por Paroquia Nossa Senhora da Paz. Orgulhosamente criado com Wix.com